HOME  CADERNO F REGIÃO   ESTADO OPINIÃO IDÉIAS TURISMO O JORNAL ARQUIVO PROJETOS ANÚNCIOS SISTEMA

 


Prefeito de Touros Heriberto Ribeiro de Oliveira MEMÓRIA
Prefeito de Touros anuncia
casas e remédios bem baratos

Entrevista // Roberto Patriota em 12/10/2005

Em entrevista exclusiva para a FOLHA DO MATO GRANDE o prefeito de Touros, Heriberto Ribeiro de Oliveira fala da sua atual administração e dos seus projetos para breve, e se mostra otimista com 2006 e com sua administração. Heriberto anuncia para breve alguns projetos como o de reforma e construção de casas populares, é de remédios mais baratos através da Farmácia Básica. Confira a entrevista.

FOLHA - Prefeito Heriberto, como você recebeu a Prefeitura de Touros?
HERIBERTO DE OLIVEIRA -
Bom, inicialmente tivemos a preocupação em arrumar a casa, colocando salários em dia, pois tinha gente com até três meses atrasados, depois foi a negociação com os fornecedores, você nem imagina a quantidade de fornecedores em atraso e até hoje ainda chegam pessoas com notas fiscais e recibos da administração passada, é um volume muito grande.

FOLHA - Prefeito, e a questão da educação como estava?
HERIBERTO -
A situação era muito ruim, não podemos admitir que uma criança precise usar um banheiro e este banheiro esteja obstruído. Nem as necessidades fisiológicas os alunos podiam fazer nas escolas. Fizemos uma reunião com os professores para que os incentivos do Fundef sejam usados devidamente, hoje temos professores qualificados, transportes adequados, estamos conquistando o nosso objetivo.

FOLHA - Heriberto, e com respeito a segurança, o que está sendo feito?
HERIBERTO -
É uma obrigação do Estado, mas se ela não está funcionando bem no município ela vira responsabilidade do prefeito também. Fizemos uma reunião com o tenente Silva, com o delegado Cleóbolo, fizemos um levantamento e descobrimos que Touros tem hoje um contingente de 22 soldados, mas entre esses, alguns estão de férias outros estão servindo em outras cidades, ou seja, no total sobraram 12, o que representa 3 soldados dia, já que um fica na delegacia e dois responsáveis pelo resto do município. Um número muito pequeno. Em conversa com o coronel Marcondes, que é meu amigo pessoal de muitas datas e ele me deixou muito a vontade e na conversa com ele conseguimos mudanças na Polícia Civil e estamos agora empenhados em fazer uma melhoria na Polícia Militar com aumento do efetivo e aquisição de transportes. Estamos tentando resolver isso a médio prazo.

FOLHA - Com respeito ao serviço de limpeza pública, o serviço vai continuar?
HERIBERTO -
Aonde tem lixo não tem turista, e se Touros se propõe a ser uma cidade turística a cidade tem que estar limpa, com jardinagem e logradouros bem cuidados.
Hoje estamos tendo pela primeira vez no município um lixão regular, e vamos implantar dentro desse lixão uma verdadeira reciclagem do nosso lixo, fazendo assim um aproveitamento desse material. Vamos continuar sim com esse serviço de limpeza pública.

FOLHA - Heriberto fale um pouco sobre a construção de casas populares em Touros?
HERIBERTO -
Temos hoje um déficit habitacional muito grande, a população vem crescendo e as famílias carentes não tem condição de moradia, então em conversa com a secretária Márcia Maia na Setas, e também na Caixa Econômica aonde existem projetos para beneficiamento de habitação. Existe o Projeto de Casas o Cheque Moradia e o Cheque Reforma. Neste primeiro momento esperamos beneficiar cerca de 270 famílias. Em primeiro lugar vamos beneficiar aquelas famílias que já moram em casas de taipa. As pessoas mais carentes vão ser as primeiras que vão ser beneficiadas. Depois vamos beneficiar aquelas pessoas que tem o seu terreno e não tem casa e em terceiro plano vamos beneficiar pessoas que nem tem casa nem o terreno, normalmente pessoas jovens que se casaram e moram na casa dos seus país. Estes projetos do Cheque Reforma e Cheque Habitação é para quem já tem casa mais precisa amplia-la porque precisa de espaço para a família, aumentando um quarto ou um banheiro. Depois da implantação destes projetos que espero começar ainda este ano, a governadora Wilma prometeu a segunda etapa. A burocracia é muito grande mas vamos agilizar tudo o mais rápido possível.

FOLHA - Prefeito, como se encontravam as creches do município?
HERIBERTO -
Uma coisa que me chamou muita atenção foi a forma como a administração passada tratava as crianças. As crianças viviam muito angustiadas num espaço pequeno, sem conforto e muito calor, elas não podiam se acomodar num prédio tão pequeno, aonde já funcionou a Telemar, num pequeno prédio vizinho a escola Coronel Antônio do Lago. Hoje nos temos uma outra estrutura com um tratamento completamente diferente, aonde as crianças tem fraudas descartáveis, mamadeiras, nutricionistas, medicamentos e tudo mais que é pra se fazer dentro de uma creche para bem atender o menor carente.

FOLHA - O que existe de novo no setor da saúde?
HERIBERTO -
Estamos tomando providencias, sabemos que existem reclamações e apesar com todos os nossa luta, o nosso hospital atende pessoas de Rio do Fogo e São Miguel do Gostoso e até de municípios que não temos pactuação como Pureza, também atendemos. Em muitas oportunidades falta algum material, estamos melhorando e vamos melhorar muito mais porque na verdade não somos um hospital municipal com carga de regional. Estou entrando em contato com o Dr. Rui Pereira, Secretário Estadual de Saúde e já estamos com um plano de expansão quase aprovado para o nosso hospital de Touros. Estamos trabalhando também no sentido de dar melhor condição e recursos aos plantonistas e outras especialidades, transporte para o pessoal do PSF, para que eles cheguem aos distritos com maior tempo e agilidade. Além disso estamos mobilizando pessoas e equipes técnicas e até mesmo fazer postos de saúde nos distritos para que o nosso hospital tenha melhor condição de atendimento.

FOLHA - É verdade que Touros vai ganhar sua Farmácia Básica?
HERIBERTO -
Sim, estive recentemente com a governadora Wilma e a nossa farmácia básica está garantida. Ela vai dar condições para que o povo compre medicamentos bem mais baratos como por exemplo, um medicamento que custa R$ 6,60 vai ser comprado lá por R$ 0,60. Porque o medicamento vem direto do fabricante e não tem finalidade lucrativa. Serão 130 itens, entre eles; sufas, antibióticos, ante inflamatório, analgésicos, medicamento para pressão alta, vitaminas entre outros. Essa farmácia básica vai funcionar de frente para a feira de Touros na Praça do Mercado. Vamos inaugurar a farmácia ainda este mês.

FOLHA - Prefeito, quais as novidades para o setor da cultura?
HERIBERTO -
Pedimos a governadora Wilma uma Casa da Cultura para Touros, e ela ficou muita sensibilizada com o pleito. Essa casa da cultura quer resgatar a cultura do município de Touros, haja vista que Touros é um dos municípios mais antigos do Estado. Quem vem para Touros usufruir das nossas belas praias e pousadas também precisa saber da nossa história. A casa da cultura vai abrigar o Marco de Touros juntamente com toda sua história, vai abrigar o avião Savoya de Ferrarin e Del Pret, vamos ter uma galeria com os ex-prefeitos, com os escritores e historiadores do município, inclusive o escritor Nilson Patriota que está nos ajudando a construir essa Casa da Cultura. Em contato com Portugueses, eles me falaram que em Portugal existem várias cartas e mapas que contam essas viagem dos antigos navegadores portugueses até Touros. Acho até que Cabral chegou primeiro em Touros e foi descendo a costa até aportar na Bahia.

FOLHA - Me fale um pouco sobre o esporte do município?
HERIBERTO -
Recebemos recentemente uma doação de cem mil reais, o que não é esse dinheiro todo mas vai ajudar a melhorar as condições do estádio de futebol, queremos fazer uma pista para atletismo, além uma algumas arquibancadas que vai melhorar a acomodação dos torcedores.

FOLHA - Novos projetos?
HERIBERTO -
Touros cresceu muito e a duplicação da entrada da cidade é um outro projeto que vamos fazer em convênio com o Governo do Estado no inicio de 2006. Temos também a urbanização da orla de Touros com um belo calçadão. Queremos também urbanizar a praça do Mercado. Visitamos todos os distritos, tanto da região litorânea como do Mato Grande, conversamos com a população para o orçamento participativo. O IPTU que Touros paga hoje é restrito a sede do município, vamos ampliar isso para outras áreas de Touros e arrecadar mais para que esse dinheiro seja revertido em prol da comunidade através de obras.

 

 


Sistema Integrado de ComunicaçãoConheça a Folha do Mato Grande

Expediente | Departamento Comercial | Arquivo Vivo | Classificados | Sistema Integrado | Fale Conosco
© Copyright. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo desta página sem a prévia autorização da nossa direção. // Designe Criativa